7 dicas para alta performance e foco

1. Preste atenção ao que você quer lembrar
Para qualquer coisa que você vê, ouve, cheira, sente ou toca para realmente se tornar uma memória, você tem que prestar atenção nela. A razão mais importante pela qual as pessoas não conseguem lembrar os nomes de outras pessoas é que elas não prestam atenção suficiente ao nome durante uma apresentação. O mesmo se aplica ao “esquecer” se você trancou a porta. Você provavelmente estava fazendo isso no piloto automático e seu cérebro estava ocupado com algumas reflexões sobre o futuro ou o passado. Então, se você quer lembrar um nome, uma ação ou qualquer outra informação, faça um esforço consciente para prestar atenção, e ficará surpreso com a confiabilidade da sua memória.

 

 

Evite multitarefa sempre que possível e tomo um bom suplemento para memoria como o famoso actionpro funciona mesmo para melhorar seu foco e concentração.

 

A multitarefa pode ser uma característica dos tempos modernos, e você pode achar necessário falar ao telefone enquanto desliga o fogão ou dirige para o trabalho. Estudos mostraram, no entanto, que 98% das pessoas não podem executar multitarefas, isto é, elas realmente só podem prestar atenção a uma atividade de cada vez. Por multitarefa, você está essencialmente mudando sua atenção entre diferentes atividades e está fadado a perder alguma informação. Quanto mais você muda, mais perde.

3. Obtenha seu sangue fluindo e obtenha oxigênio para seu cérebro
Durante a maior parte da história humana, tomamos nossas decisões mais importantes enquanto estamos em pé e em movimento. Se as pessoas estavam caçando comida ou tentando evitar a comida, elas provavelmente faziam isso enquanto se moviam ou permaneciam em pé. Infelizmente, a evolução não é tão rápida, e nosso cérebro e corpo ainda não se acostumaram com nosso estilo de vida sedentário.

Seu cérebro precisa de bom fluxo sangüíneo e oxigênio para funcionar bem, e a melhor maneira de obter isso é se movendo. Apontar para pelo menos vinte minutos de exercício aeróbico moderado por dia.

Use time boxing: Se você está se preparando para um exame, ou sentado em sua mesa para ler e lembrar, alterne entre 20 a 30 minutos de estudo e 5 a 10 minutos de exercícios leves.

4. Visualize o que você quer lembrar e conecte-o a algo que você já conhece
Para memorizar novas informações, temos que conectá-las a algo que já sabemos ou, em outras palavras, temos que fazer associações. A visualização é uma ferramenta poderosa para criar boas associações e melhorar sua memória para qualquer tipo de informação.

Aqui está um exemplo: sua esposa / marido lhe pede para pegar um livro sobre jardinagem com seu amigo Jim quando você o conhecer.

Para lembrar, crie uma associação entre o seu amigo (sugestão) e o livro, lembrando-o de perguntar a ele quando o vir.

Visualize Jim abrindo a porta, tendo um grande livro e algumas cenouras em sua boca. Você diz olá, mas ele, com a boca cheia, apenas murmura alguma coisa. Da próxima vez que você vir Jim, o rosto dele provavelmente lembrará as cenouras e o livro em sua boca. Ah – eu precisava pedir este livro sobre jardinagem.

Experimente o Number Rhymes para praticar a visualização e, ao mesmo tempo, aprender uma técnica de memória muito eficaz e prática.

5. Combate o efeito da porta: Antes de ir para outra sala pegar um item ou fazer alguma coisa, mentalmente ensaie o que você vai fazer
A maioria de nós já foi a outra sala buscar um item e, ao chegar, esquecemos o que queríamos fazer. Por que é que? A ciência apresentou duas explicações principais para esse tipo de esquecimento:

Primeiro, comprometemos nossa intenção de memória em um ambiente, e agora estamos em outra sala que provavelmente tem características muito diferentes. Vários estudos mostraram que tendemos a lembrar melhor as informações no ambiente em que aprendemos. Esse fenômeno é comumente conhecido como memória dependente do contexto.

Segundo, caminhando pela porta, você está sinalizando para o seu cérebro que um evento passou. Isso encoraja o cérebro a “limpar” os detalhes do evento da vanguarda da sua memória. Esta purga nos limites do evento tornou-se conhecida como o efeito de porta. Se isso acontece com muita frequência para o seu gosto, você não está sozinho.

Tente contrariar o efeito da porta visualizando ou dizendo a si mesmo o que você vai fazer antes, antes de sair para a sala de destino: Enquanto ainda estiver na sala, visualize-se andando até a cozinha, abrindo a porta da geladeira e tirando aquela garrafa de vinho. Então vá e faça.

6. Pense no significado dos nomes que você deseja lembrar e adicione informações para torná-los significativos.
Novamente, para melhorar sua memória para novas informações, você deseja criar associações efetivas entre essas novas informações e o que já está armazenado em sua memória.

Aqui está um exemplo de como adicionar significado à informação: Você é apresentado a uma pessoa chamada “Bronislaw”. (Bronislaw é um nome polonês popular).

Pergunte a si mesmo: o que o nome significa para mim? Para mim, “Bron is law” parece (e soa um pouco) como “marrom é lei”. Por acaso sei que na Tailândia os policiais uniformes tendem a ser marrons – “marrom é lei” – Bronislaw.

7. Durma o suficiente
Uma grande quantidade de pesquisas mostrou que o sono melhora a memória e o insight. Para ajudar a formar novas memórias,